Transtorno de Estresse pós-traumático

forbidden_ilker

O Transtorno de Estresse pós-Traumático (TEPT) é um termo usado para caracterizar o distúrbio de ansiedade relacionado a uma situação traumática.

A pessoa que desenvolve este quadro foi vítima de um evento traumático (assalto, acidente, sequestro, abuso sexual, terrorismo, tortura, catástrofe, entre outros) ou “testemunhou o ocorrido”.

A reação à situação traumática é subjetiva, ou seja, cada pessoa reage de forma muito pessoal (o que é traumatizante para mim, pode não ser para você). Algumas pessoas podem passar por situações traumáticas, mas conseguir superar o trauma sem desencadear sintomas.
Continue Lendo…

Aromaterapia para depressão

A aromaterapia pode ser usada como complemento ao tratamento da depressão.

Há vários óleos essenciais que auxiliam no combate à depressão:

  • a maioria dos cítricos (Laranja*, Bergamota*, Tangerina*, Mandarina (Citrus reticulata)*, Limão, Néroli*) que ajudam a restaurar a alegria, meus preferidos para depressão: Néroli, Bergamota e Laranja Doce
  • Lavanda*: equilíbrio “geral”, ótimo óleo essencial para iniciar um trabalho em aromaterapia
  • Ylang-ylang, Gerânio, Rosa e Jasmim: restabelecem o amor próprio, a auto-estima
  • Manjerona*: mágoas, aconchego
  • Sândalo*, Vetiver*, Olíbano*: acalmar e elevar a mente
  • Patchouly, Coentro: desânimo diante da rotina, tensão mental, falta de energia e criatividade

Você poderá usar estes óleos essenciais para fazer um óleo de massagem:

  • 50 ml de óleo vegetal de semente de uva
  • 7 gotas de óleo essencial de Bergamota ou Laranja Doce
  • 8 gotas de óleo essencial de Lavanda
  • 2 gotas de óleo essencial de Manjerona
  • 3 gotas de óleo essencial de Olíbano ou Vetiver

Coloque os ingredientes em um vidro escuro. Faça uma boa massagem sobre o corpo molhado após o banho diariamente. Esta mistura está bem relaxante, ideal para ser usada à noite.

* óleos essenciais com excelente atuação no caso de depressão acompanhada de sintomas de ansiedade, irritabilidade e insônia.

Na suspeita de depressão procure sempre um médico, não faça uso da auto-medicação, a aromaterapia ou os florais não são substitutos, mas sim, complementos para o tratamento convencional.

Foto: Lize Rixt/sxc.hu

Receita: óleo de massagem para estrias

 

 

Aqueles riquinhos incovenientes na pele, na perna, bumbum ou barriga, são partes da nossa história de vida. As estrias (no plural mesmo porque as danadas nunca estão sozinhas!) são lesões resultantes da degeneração das fibras elásticas, quando ocorre uma distenção exagerada da pele.

Crescimento rápido, perda ou aumento de peso repentino, gravidez, hereditariedade são alguns fatores que colaboram para o surgimento das estrias. No começo são vermelhas, arroxeadas e com o tempo ficam brancas. Como tudo na vida: no começo é mais fácil de ser tratada e a prevenção é o melhor remédio!

Cuidado com a alimentação, beber bastante líquido e hidratação diária da pele são importantes para previni-las.

O uso do óleo de massagem diariamente ajudará a melhorar a aparência, mas (infelizmente) as estrias não desaparecerão.

  • 85 ml de óleo vegetal de amêndoas doces
  • 15 ml de óleo vegetal de germe de trigo (ou calêndula ou abacate)
  • 4 cápsulas de vitamina E
  • 6 gotas de óleo essencial de olíbano (Boswellia carterii)
  • 20 gotas de óleo essencial de lavanda (Lavandula officinalis)
  • 8 gotas de óleo essencial de gerânio (Pelargonium graveolens)
  • 10 gotas de óleo essencial de néroli (Citrus aurantium var.amara)

Corte a ponta das cápsulas de vitamina E e despeje o conteúdo em um frasco escuro junto com os outros ingredientes. Massageie a região diariamente (se possível duas vezes ao dia!).

P.S.: 

P.S.: Li que o óleo essencial de Helychrisium também é excelente para estrias, pena que muito difícil de encontrá-lo aqui no Brasil.
O óleo essencial de Néroli também é muito caro, por aqui, a solução pode ser distribuir a quantidade de gotas usada entre os outros óleos essenciais da receita.

Foto: Jin Neoh/sxc.hu