Depressão: florais

Os florais auxiliam no tratamento da depressão pois equilibram o campo energético e melhoram gradualmente a auto-estima, diminue a tristeza dando mais motivação e energia para retomar o dia-a-dia.

Abaixo os florais recomendados para a depressão e que podem ser usados concomitantes a outros tratamentos, e provavelmente na consulta com um assessor floral serão complementados com outros florais específicos da dinâmica pessoal que envolve o estado depressivo.

Florais de Bach:

  • Gentian: depressão originada de um “motivo específico” , retomar a fé.
  • Gorse: falta de esperança, não vê saída para a situação vivida .
  • Mustard: tristeza sem motivo aparente.
  • Pine: tristeza ou desespero recorrente de sentimentos de culpa.
  • Holly: dificuldade de aceitar determinada situação/condição.
  • Cherry Plum: medo de perder o controle.
  • Sweet Chestnut: angústia extrema, sentimento de desespero.
  • Willow: mágoa, melancolia, sentimento de vítima de uma situação.

Florais da Califórnia:

  • Borage: pesar, tristeza, desencorajamento, fcoração “pesado”, força para enfrentar os momentos difíceis.
  • Chrysanthemum: angústia existencial diante da própria vida, dificuldade de encontrar sentido na vida.
  • Love-Lies-Bleeding: transformar a dor e sofrimento (tanto físico como emocional) em compaixão.
  • Sagebrush: sensação de vazio, de chegar “a beira do abismo”, força para aceitar a perda e o vazio.
  • Yerba Santa: tristeza, melancolia.

Florais Joel Aleixo:

  • Alegria: floral spray composto que permite a entrada da energia vital, combate o medo da opressão, melhorando a auto-estima e a confiança.

Lembre-se que estão algumas dicas, mas sempre é mais rico e eficiente consultar um assessor floral que poderá criar uma fórmula personalizada, portanto, mais efetiva.

Veja aqui os sintomas da depressão, e não exite em procurar um médico: depressão é coisa séria!

Foto: Patrick Hajzler/sxc.hu

Cherry Plum: descontrole

Cherry Plum (Prunus cerasífera), foi o 20 o. floral descoberto pelo Dr. Edward Bach, em março de 1935 , em Sotwell, as flores são usadas para o preparado através do método de fervura. É uma das cinco flores que compõe o floral emergencial Rescue Remedy.

É um arbusto pequeno (família rosaceae, chegando a 4 metros) que na primavera se enche de flores brancas (5 pétalas), parece uma árvore de flocos de neve, transmite paz e tranquilidade.

Este floral pertende ao grupo do Medo, para quando vivemos situações de conflitos, o tormento é tão grande que o medo refere-se a uma força interna, e não de algo exterior, o medo é da sensação de perder o controle. A energia vibracional deste floral traz a clareza diante dos sentimentos conflituosos, diminui a tensão, harmonizando-os.

No Repertório das Essências Florais (Ed. Triom) Patrícia Kaminski e Richard Katz colocam que esta essência floral “ajuda o indivíduo a se religar com o Eu Superior e a se entregar – “colocar-se nas mão de Deus”. A partir do momento em que o Eu readquire sua confiança num Poder Superior, a mente pode se estabilizar e o indivíduo sente que é novamente capaz de lidar com os desafios da vida. A essência floral Cherry Plum traz força e encorajamento, ajudando a alma a superar a tensão e o medo extremos”.

 No estado negativo podem ocorrer pensamentos de suicídio e destrutividade estão latentes, a tensão é evidente. A “sombra” necessita vir a tona, a consciência da polaridade das forças conflituosas precisam ser encaradas abertamente, dessa forma o “lado escuro” é exposto diminuindo o poder de destruição, popularmente não adianta “esconder a sujeira embaixo do tapete”. O medo pode estar expresso conscientemente também: medo de “perder a cabeça”, de sofrer um colapso, crises de choro, atitudes explosivas. Se estas situações provocarem o pânico, busque também o auxílio do floral Rock Rose.

Para as crianças auxilia na fase das birras e no caso de enurese noturna. Aos adultos auxilia no controle de comportamentos compulsivos (vícios como fumar, comer, roer unhas, tiques, alcoolismo), e também, em distúrbios alimentares como anorexia, bulimia e compulsão.  

Nos conflitos emocionais use o Cherry Plum para clarear o sentimento em relação ao outro. O floral Scleranthus ajuda a decidir entre duas opções, mas antes é bom ter elucidado o sentimento em relação à dúvida.

Se o medo de perder o controle surgir após uma vivência traumática, acrescente o floral Star of Bethlehem.

Lembre-se que o uso de florais NÃO dipensam o tratamento médico, e consulte sempre um profissional, de confiança e especializado.

Fotos: sxc.hu/Lea Csontos(ao lado)/Naoko Ishikawa (acima)

‘Rescue Remedy’

 

Falei sobre a Lavanda (lavandula officinalis) que é o coringa da Aromaterapia e aqui falarei sobre o equivalente dos Florais de Bach: o Rescue Remedy, ideal para ser usado nas situações traumáticas ou de emergência, para quando sentimos ”o chão sumir sob nossos pés”.

Todo floral equililbra um determinado estado negativo pois introduz qualidades (ou virtudes) que irá harmonizar sutilmente o estado inicial, é como o encontro do mar agitado com águas tranquilas. No floral  Rescue Remedy o equilíbrio é alcançado através de qualidades como harmonia e serenidade.

Em 1934 sua fórmula era composta somente de 3 florais: Rock Rose, Impatiens e Clematis, mas em 1935, Dr. Bach completou com mais 2 florais: Cherry Plum e Star of Bethlehem. Estes florais são indicados para:

  • Rock Rose: terror e pânico,
  • Star of Bethelehem: choque emocional e trauma,
  • Clematis: inconsciência, sensação de entorpecimento,
  • Impatiens: tensão física e mental, que gera inquietação e impaciência e
  • Cherry Plum: descontrole emocional.

No floral Rescue estes florais auxiliam corpo como mente a voltar à consciência e ao equilíbrio, relaxando quando há tensão ou medo, despertando quando há entorpecimento, trazendo discernimento quando há confusão de sentimentos ou sensações.

Pode ser usado nos primeiros socorros até que a pessoa receba um atendimento especializado: acidentes, hipo ou hiperglicemia, em todas as crises: hipertensiva, alérgica, epilépticas ou emocionais. Em problemas relacionados à gravidez, como: enjôo, ansiedade, dores, retenção de líquidos. Diminuir a ansiedade, o estresse e medos antes de situações difíceis: provas, entrevistas, apresentações ao público, consultas ao dentista (situação vista como ameaçadora para algumas pessoas!). Dor de cabeça, febre, insônia, pré e pós operatório também são beneficiados com o uso do Rescue Remedy pois sempre ajudará a restabelecer o  “eixo”.

Há a opção de usar o frasco “stock” (tomar 2 gotas), que é o concentrado do floral, importado da Inglaterra e um pouco mais difícil de encontrar, ou usar o frasco de tratamento (4 gotas) que é encontrado na maioria das farmácias homeopáticas. Em caso de situações extremas pode-se tomar de hora em hora, e em casos mais ‘leves’, 4 vezes ao dia; ou ainda, colocar 4 gotas em uma garrafinha de água e beber aos poucos durante o dia. Em caso de ferimentos e sangramentos, dilua 4 gotas em um pouco de água e faça compressas.

Também pode ser usado em animais em situações de traumas (acidentes, cirurgias), medos, estresse, para acalmá-los, ou quando estiverem debilitados. Tivemos bons resultados com a Tina, uma rotweiller, que teve uma recuperação rápida em uma pós operatório com o uso do Rescue Remedy, e só pingar 4 gotas do floral em cada troca de água, ou se o animal for muito “obediente”, pode ser dado diretamente na boca.

Não se deve suspender o uso de outros medicamentos, os florais podem ser usados concomitante a outros tratamentos.