Aromaterapia é o uso terapêutico dos óleos essenciais para prevenção e tratamento dos sintomas físicos, mentais, emocionais e energéticos.

Os óleos essenciais são:

  • substâncias de origem vegetal, 100% puros, extraídos das partes aromáticas das plantas, carregando portanto sua energia vital.
  • altamente concentrados, voláteis e ricas em diversos componentes químicos,
  • são extraídos de diversas partes como: sementes, raízes, caules, flores, frutos, folhas e resinas,
  • possuem estruturas moleculares complexas, criando inúmeras possibilidades de substâncias químicas naturais que são fundamentais na ação terapêutica.

Os óleos essenciais penetram no organismo através da pele, do sistema olfativo e dos sistema respiratório, sendo completamente absorvido pelo organismo, sem deixar resíduos nocivos. Podem ser usados em óleos ou cremes de massagens, sabonetes, inalações, banhos de imersão, escalda-pés, compressas, aromatização de ambientes entre outros.

Devido à riqueza de componentes químicos, possuem diversas propriedades terapêuticas como: analgésico, digestivo, descongestionante, diurético, relaxante, antiséptico, antidepressivo, bactericida, imunoestimulante, antiespasmódica, cicatrizante, estimulante, sedativo, desintoxicante, etc.

Os óleos essenciais possuem contraindicações! Não use-os puros sobre a pele. Procure sempre a orientação de um Aromaterapeuta especializado.

Os produtos aromáticos podem ser usados concomitantes a outros tratamentos e não substitui o tratamento alopático.

Não confunda: essências e óleos essenciais!

Essências são substâncias industrializadas com a finalidade de obter aroma agradável e menor custo, portanto não tem a energia vital, nem a riqueza de substâncias e propriedades terapêuticas  dos óleos essenciais. Portanto o uso de essências não deve ser chamado Aromaterapia. 

Clique aqui para saber mais sobre Aromaterapia