Floral de Bach: Mustard

Mustard_Qazi Ikram ul haq

Última essência floral, 38 a. encontrada por Dr. Edward Bach (1886 – 1936) em 1935, em Sotwell. O nome botânico é Sinapsis arvensis, as flores amarelo douradas são usadas para o preparo do floral, através do método de fervura. Pertence ao grupo de Florais para a falta de interesse no presente.

Floral recomendado para a depressão que surge sem um motivo específico, como uma nuvem negra que tira todo o brilho da vida.

Quando não há um motivo claro para o sofrimento, a tentativa de contextualizá-lo fracassa, e torna tudo mais difícil, principalmente para quem acredita que a transformação se dará através da racionalização.

A essência floral Mustard proporciona o resgate da escuridão da alma. Desperta a vontade de viver, através da transformação do “sentimento sombrio” e estagnado, em luz, movimento e alegria de viver.

A flor é muito rica em Enxofre (Sulphur). O Sulphur, para a Alquimia, é relacionado ao aspecto Solar, ligado ao consciente e ao princípio masculino, de ação e  movimento. Nicholas Culpeper (1616 – 1654), considerou esta planta regida por Marte, ligado ao elemento Fogo, da energia e vontade.

Indicado portanto para a depressão (sem causa aparente), transtorno bipolar, estados de melancolia,  para quem necessita da força da energia de transformação, do despertar da vitalidade e da consciência do Enxofre.

Para depressão com causa conhecida, o Floral de Bach recomendado é Gentian; se necessário as duas essências florais podem ser associadas.

Foto: Qazi Ikram Ul Haq/sxc.hu