Mirra


Ultimamente estou com mania de Mirra (Commiphora myrrha), tenho usado diariamente. O aroma é delicioso: um encontro com os deuses… a sensação de paz e tranquilidade é imediata!

O óleo essencial é extraído por destilação da resina da árvore. O óleo é denso, marrom, com aroma morno, balsâmico, terroso, levemente fumarento. Pertence a família botânica Burseráceas, a mesma do Olíbano.

A árvore é de pequeno porte, com espinhos, poucas folhas (pequenas e ovaladas), flores brancas, do corte na árvore sai um líquido amarelo, que ao endurecer, se transforma na goma de oleoresina.

Algumas de suas propriedades terapeuticas são: antiséptico, adstringente, vulnerário, expectorante (asma, bronquite, sinusite), diarréia crônica, infecção vaginal, obesidade, altas taxas de colesterol, antibacteriano, antifúngico, antiinflamatório (garganta, afta,gengivite, sapinho, laringite), sedativo, tônico uterino, hemorróida. Recomendado para pele seca, inflamada e para atenuar cicatrizes.

Este óleo essencial é excelente calmante: para a sensação de medo e pânico, como também para a mente, alivia o excesso, a desordem e a intensidade de pensamentos, “aterra”, organiza, diminui as preocupações, auxilia também a manter o foco.

Para situações de traumas ou perdas, cicatriza feridas, atenua a dor e a tristeza. Recomendado também para as pessoas que apresentam frieza emocional e apatia.

Atenção: a falsa-mirra (também conhecida como incenso,  pau-de incenso) com nome botânico de tetradenis riparia é uma planta diferente,  que produz um óleo essencial com propriedades químicas e aroma totalmente diferentes da Mirra (Commiphora myrrha).

Precauções: Evite durante a gravidez

Foto: izekesivek.hu