Rock Water: flexibilidade

 

Foi a 16 a. essência encontrada pelo Dr. Edward Bach, único floral que não é extraído de uma flor, mas retirado da água mineral de uma nascente na Fonte de Sotwell, em Mount Vernon, região de Gales. É extraída no verão, pelo método solar, após ficar 3 horas exposta à luz do Sol.

Recomendado para pessoas rígidas, perfeccionistas, que restringem a vida em virtude de um modelo “ideal”, gerando orgulho, rigidez e tensão, não se permite desfrutar dos prazeres da vida. Tem um padrão elevado de autoexigência, diferente do Beech, onde a exigência é direcionada principalmente às outras pessoas. Estas pessoas se apegam a normas, leis, dogmas, rituais, verdades “externas”, disciplinas impostas ao próprio corpo de forma obstinada.

A rigidez é demonstrada em suas feições, na aparência “impecável” e na postura corporal: encurtamento de músculos e tendões, falta de flexibilidade, tendência a formação de cálculos (rim, vesícula), problemas ósseos (artrite, artrose, cãimbras, tendência a fraturas, osteoporose), problemas visuais (glaucoma), doenças degenerativas e autoimunes, distúrbios de sono (insônia, pesadelos), dietas rígidas, tentativa de negar os sentimentos, problemas sexuais. Os pensamentos também demonstram rigidez, sendo muito racionais, perfeccionistas, podendo chegar à obsessão e à compulsão.

As crianças Rock Water não querem decepcionar seus pais, se preocupam muito em relação às notas escolares, sofrem muito ao ser repreendidas, não suportam demonstrar falhas.

Como qualidade a essência Rock Water nos aproxima da nossa pureza e simplicidade internas, amplia a capacidade de adaptação e flexibilidade, qualidades inerentes ao Elemento Água. Leveza, possibilidade de sentir os prazeres da vida, espontaneidade voltam à harmonia com este floral.
Atua sobre as cristalizações mais profundas existentes em nosso corpo e em nossa mente, mas quando nos deparamos com essa situação Rock Water deve ser tomado seguidamente e por vários anos, afinal as cristalizações não são construídas em dias ou poucos meses. Por quebrar as cristalizações e aumentar a sensibilidade é, também, indicado para as pessoas que não “sentem nada” quando começam a tomar floral.

Segundo Dra. Carmem Monari, no livro “Participando da Vida com os Florais de Bach” (Ed. Roca): “somos rígidos quando vivemos o mundo pelos padrões externos e que nos afastam da nossa real decisão e da espontaneidade. Quando vivemos por nossos padrões internos, ganhamos nossa liberdade e somos o “Senhor do nosso caminho”, a vida se torna mais leve e clara“.

A imagem de um rio, onde a água segue seu caminho e contorna as pedras é ideal para este floral: flexibilidade e aceitação com humildade do caminho natural (e não o imposto).

A pessoa que apresenta o estado Rock Water negativo, precisa sempre ser lembrada daquele velho ditado “ninguém é perfeito!”.

Foto: Rui Caldeira/sxc.hu