Lesão osteocondral – 2a.parte

Como contei no primeiro post sobre esse assunto,  a minha filha que hoje faz 13 anos – está(va) em tratamento de Lesão Osteocondral do Talus (lesão na cartilagem do tornozelo) desde julho do ano passado.

Tivemos consultas com o ortopedista, Dr. Alexandre Francisco de Lourenço, em julho (recomendação uso de 2 muletas e não apoiar o pé lesionado no chão) e setembro (uso de apenas uma muleta para apoiar o pé direito), para estas consultas foram feitos exames de Raio X que mostravam que a cartilagem estava regenerando, com boa evolução mas que ainda não era 100%.

A consulta de dezembro foi muito animadora, a melhora estava sendo ótima, poderia passar a usar a muleta canadense para o apoio do pé direito para caminhar, única atividade física era a natação, em janeiro deveríamos voltar com um exame de Ressonância Magnética para confirmar a evolução. Mas acho que essa consulta foi animadora demais! Em janeiro fomos para a praia e deixávamos a Júlia ir até a praia sem muleta, afinal era só uma quadra…  Em janeiro um exame de Ressonância Magnética mostrou que ainda tínhamos tratamento pela frente, havia muito “líquido” em volta que estava impedindo a regeneração, retorno em maio com novo Raio X, recomendação de natação (3 vezes por semana). Me senti um culpada após essa consulta… O melhor é aprender com os erros!

A Júlia fez o tratamento direitinho, só deixava de usar a muleta quando permitíamos, conseguia lidar bem com a limitação, só quando voltava das consultas chorava, dizia que sentia falta de correr, pular, dançar… Mas conversávamos bastante, chorávamos juntas e sabíamos que um dia ela ía “sarar” só não sabíamos quando. No início ela se incomodava bastante com o fato de ser diferente, por chamar a atenção, por olharem tanto para ela, tudo isso rendeu muita conversa, um olhar diferente para as pessoas que vivem com limitações, muito aprendizado e amadurecimento…

Ontem fomos para a consulta com o novo Raio X  e, inesperadamente para nós, ela teve alta!!! Teve uma ótima recuperação e está liberada para todas atividades físicas, sem o uso de muleta! Dr. Alexandre pediu retorno daqui 1 ano, com novo Raio X e um pouco mais magrinha. Ela saiu do consultório super feliz! Correndo, pulando, gritando 🙂

Melhor presente de aniversário que ela podia receber! Parabéns Juju! Você merece!

foto: Sanja Gjenero/sxc.hu