Manjericão

158484_6890

Nome científico: Ocimum basilicum

Nativo da Ásia muito usado pela medicina Ayurvédica, considerado uma erva sagrada na Índia, pois é protetora da casa e da família. Cresce espontâneamente no Mediterrâneo, usado também há tempos como erva medicinal pelos gregos, as propriedades terapeêuticas citadas desde a antiguidade são: digestivo, infecções respiratórias (bronquite, coqueluche e febre), enxaquecas, icterícia e afrodisíaco.

Era transformado em pó para ser misturado ao ‘rapé’ para desanuviar a cabeça (!). Assim como o óleo essencial de alecrim possue propriedade cefálico, acalmando a mente auxiliando no combate ao estresse e à preguiça mental. Mas seu efeito no físico é revigorante, por isso é ótimo para ambientes de trabalho e estudo, mas deve se evitar o uso à noite.

No Mediterrâneo é muito encontrado no parapeito de janelas devido a sua propriedade repelente.

Apresenta uma variedade muito grande, mas a mais usada em Aromaterapia é de folhas ovais e felpudas e com flores rosa-claras, o aroma do óleo essencial é fresco, intenso e picante, e sua cor é amarelo-esverdeado claro.

A extração do óleo essencial de manjericão é feita através do processo de destilação (arraste de vapor), sendo usado os ramos , folhas e flores. O rendimento está ao redor de 0,2 a 0,5%, precisando aproximadamente de 600 kg de manjericão para produzir 1 quilo de óleo essencial. Alguns países produtores de óleo essencial de manjericão são Egito, França, Tailândia, Nepal, Tanzania, Ilhas Comores.

Alguns dos componentes químicos do óeloe esssencial de manjericão são: linalol (chegando a 85%), metilcavicol, cineol, eugenol, pineno e cânfora. Estes componentes variam de acordo com a região em que é cultivada a planta, o manjericão europeu possui maior quantidade de linalol, que é amplamente usado pela indústria perfumística. Já o óleo essencial originado das Ilhas Comores apresenta maior quantidade de estragol, com atuação baleanceadora sobre o sistema nervoso autônomo, com ação antiespasmódica.

Na culinária o manjericão fresco é muito usado, seu óleo essencial também apresenta propriedade antiespasmódica, aliviando desconfortos estomacais, auxiliando também nas dores mestruais, nesse caso, faça massagem suave na região abdominal com 2 gotas de óleo essencial de manjericão diluído em 1 colher de sopa de óleo vegetal de oliva (semente de uva ou amêndoas). Cuidado! Pode causar irritação em peles sensíveis, por isso não é recomendado seu uso em banhos. Também não deve ser usado por gestantes e crianças.

Indicado também para músculos cansados. Experimente fazer um óleo de massagem com 2 colheres de sopa de óleo vegetal de gergelim (indicado para tratar fadiga e firmar a musulatura), acrescente 8 gotas de óleo essencial de lavanda e 4 gotas de óleo essencial de manjericão.

Curiosidade: em inglês é Basil, e em espanhol é Albahaca.
Preço médio do óleo essencial de manjericão: R$45,00 por 10 ml ($$)
Foto: Alex Drahon/ scx.hu